Protesto de caminhoneiros ganha força em Muriaé

Última atualização da PRF confirma que situação dos trechos não sofreu alteração.

O protesto de caminhoneiros pelas rodovias da Zona da Mata e do Campo das Vertentes já dura mais de 24 horas. O movimento faz parte de uma manifestação nacional deflagrada na segunda-feira (21/5). A última atualização da Polícia Rodoviária Federal confirma que a situação dos trechos não sofreu alteração.
Ao longo de todo o dia o trânsito permaneceu lento nos trechos atingidos. Os caminhoneiros protestam contra o aumento nos preços dos combustíveis, condições das rodovias e preço dos pedágios.
Em Muriaé, a manifestação dos caminhoneiros ganhou força na terça-feira (22/5) e a expectativa da categoria é de mais adesões e apoio. A movimentação na BR-116, na altura do bairro Bela Vista, começou a ter grande adesão dos caminhoneiros na manhã de ontem e no fim da tarde chegou a BR-356, nas proximidades do Estádio Soares de Azevedo de forma pacífica.
A passagem de veículos de passeio e ônibus está ocorrendo normalmente, os caminhoneiros têm ocupado o acostamento das rodovias. E o repórter Marcelo Luiz, da rádio Atividade AM, acompanhou toda a movimentação. Confira a matéria no Jornal Atividade, no vídeo acima. 
A Associação Brasileira dos Caminhoneiros anunciou que, em função das indecisões do Governo Federal sobre o assunto e da nova alta no preço dos combustíveis, já era esperado que o movimento ganhasse força no fim da terça-feira (22/5). Às 18h40 de ontem, a PRF publicou no Twitter uma tabela com os trechos ainda afetados. Hoje, a atualização continua no perfil oficial da PRF MG na rede social.

Protesto

De acordo com a Associação Brasileira de Caminhoneiros, o protesto pede a redução de impostos como os cobrados sobre o óleo diesel, critica os recentes reajustes no preço dos combustíveis e ainda reforça as condições precárias das rodovias na região e o reajuste no frete.
Com relação ao aumento nos combustíveis, a Petrobras divulgou que o valor acompanha as variações do mercado internacional.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here