Prefeitura realiza força-tarefa para limpar cidade após enchentes

Mesmo com recuo das águas, Defesa Civil continua monitorando nível dos rios Muriaé, Preto e Glória; Secretaria de Desenvolvimento Social segue auxiliando vítimas.

Desde as fortes chuvas que caíram na cidade nos últimos dias, ocasionando enchentes e alagamentos em diversos bairros da cidade, a Prefeitura está com equipes nas ruas fazendo a limpeza e atendendo as famílias atingidas pelas cheias.
Desde sábado (25), a Secretaria Municipal de Obras Públicas e o Demsur montaram uma força-tarefa e estão lavando as vias públicas e recolhendo entulhos em bairros mais afetados, como José Cirilo, Santana, Dornelas, Patrimônio São José, Barra – incluindo a região da Prainha -, Encoberta e distrito de Itamuri, que também foi bastante prejudicado pelas chuvas. A região central da cidade também receberá limpeza.
Já as equipes da Secretara Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS) estão percorrendo as áreas também bastante afetadas com as cheias – União, Napoleão, José Cirilo, Santana, Dornelas, Patrimônio São José, Santo Antônio, Encoberta, Prainha (na Barra) e em Itamuri – fazendo levantamentos de pessoas que necessitam de kit limpeza, cesta básica, entre outros itens.
Estão sendo disponibilizados ainda pontos de apoio na Escola Municipal Professora Odaléia Oliveira Morais de Azevedo (Barra), Casa de Oração (José Cirilo), Igreja Católica do bairro Patrimônio São José e Escola Municipal Cléria Ticon Carneiro (Santana), onde os profissionais da SMDS estão fazendo levantamento de necessidades de distribuição de ‘’quentinhas‘’ e providenciando outros direcionamentos.
No momento, há 54 pessoas sendo abrigadas no Cefas, Barra, onde ficarão até poderem retornar para as suas casas.

Previsão do Tempo

Segundo a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), as previsões meteorológicas indicam chuvas passageiras e praticamente mínimas para Muriaé neste domingo. Isso vai facilitar o escoamento mais rápido dos rios de volta para a sua caixa. Vale frisar que os rios Preto e Muriaé já recuaram entre 1m e 1,5m.
Os Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil (Nupdecs) estão nos bairros atingidos acompanhando esse recuo de perto, atualizando sempre a situação aos agentes da Compdec.
Muriaé possui um acumulado de chuvas em 72h de 150,9mm, deixando a Defesa Civil ainda em estado de Atenção. Já o acumulado de chuvas para este mês, até o momento, é de 333,73mm.
No total, a Defesa Civil interditou cinco imóveis e recebeu, neste final de semana, entre cem e 200 ligações, além de 51 pedidos de vistoria.

Situação de Emergência

Devido ao desastre natural meteorológico causado por tempestade local e chuvas intensas que atingiram todo território do município, o prefeito de Muriaé, Grego, decretou na última sexta-feira (24) situação de emergência. A medida foi tomada baseada em parecer da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil.
O documento autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Compdec nas ações de resposta ao desastre e reconstrução do cenário, além de convocar voluntários para reforçar as ações de resposta ao desastre e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.
Ainda de acordo com o decreto de situação de emergência, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres, entre outros.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here