Novas estradas de concreto são construidas em Vermelho e Pirapanema

As estradas de concreto armado vêm se tornando uma alternativa plausível para moradores da área rural, eliminando parte da poeira e facilitando deslocamentos. A construção do novo modelo de via é possível por meio de parceria estabelecida entre a Prefeitura de Muriaé e a comunidade do Santo Cristo, no distrito de Vermelho, assim como em Santa Mônica e Fazenda da Grama, imediações de Pirapanema.

O objetivo principal é qualificar os acessos de todos os distritos e comunidades do município. Baseado na proposta, a benfeitoria também está em execução na região do Pontão da Água Limpa e na estrada de São João do Glória, região do João Dedé. A nova prática beneficia a saúde e bem-estar dos moradores das localidades, assim como revitaliza a pista para os motoristas de transporte escolar, veículos e ciclistas. O projeto é uma prática cooperativista. A Administração realiza a engenharia (parte técnica), além de oferecer material de construção, e a comunidade fornece mão de obra.

O morador da comunidade Luis Antônio dos Santos explica sobre a antiga solicitação dos moradores. “Pedíamos há muitos anos este benefício. Nos períodos de chuva, a entrada do bairro e igrejinha se enche de poças de água e muita lama se concentra no trecho. Aguardávamos também uma guarita de ônibus para todos os trabalhadores que residem aqui. Agora está saindo do papel. Estamos muito satisfeitos com a nova nova parte de concreto no acesso a comunidade e ainda ganharemos o abrigo para aguardar o transporte coletivo. Nossa estrada interliga Muriaé a Macuco, Águas Claras e muitas outras regiões”, declarou.

As estradas de concreto armado também serão construídas na comunidade de São Fernando, Macuco e em regiões de grande elevações na região de São João do Glória “Muriaé tem uma grande área rural e muitos moradores sobrevivem da agricultura, pecuária e produção leiteira. A Prefeitura chegou junto com os moradores, assinou um contrato de parceria, e está fazendo os acessos aos distritos para facilitar a vida do homem do campo”, explicou o secretário Adjunto de Agricultura, Fernando Levati.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here