Muriaé terá atividades a distância para idosos

A Secretaria de Desenvolvimento Social está se organizando para retornar as atividades no Centro de Convivência dos Idosos – CCI, porém aguardam o posicionamento do ‘Minas Consciente’, através das instruções do secretário de Saúde e vice-prefeito, Marcos Guarino, que teme que a cidade possa passar para a onda vermelha ainda esta semana. Nesta terça-feira, 13, a Prefeitura iniciou algumas oficinas em modo remoto (à distância), para reunir os grupos e levar ocupações imediatas aos membros do Centro.

A preocupação maior é a ociosidade com que se encontram, podendo levar a doenças físicas e até mentais, devido ao sedentarismo e falta de ocupação. Inicialmente, os participantes receberão aulas com exercícios para a memória, como quebra-cabeças confeccionados em EVA, para ativar o raciocínio e levar o cérebro a ter constante movimento.

A secretária de Desenvolvimento Social, Eveline Amaral, já se reuniu com os grupos de idosos para verificar a situação de cada um. “Eles estão parados desde março de 2019 devido a pandemia. Verificamos que muitos deles estão depressivos, alguns em isolamento total, sem companhia e demasiadamente ociosos, gerando um grande problema para as suas convivências e saúde mental. Organizamos atividades a distância para quebrar este marasmo. O bom funcionamento do CCI é vida para a maioria deles”.

O planejamento para o retorno do Centro de Convivência do Idoso está praticamente pronto. Serão oferecidas aulas de dança de salão, pintura, confecção de quebra-cabeças, oficinas de instrumentos musicais dentre outras práticas. Psicólogos, pedagogos, monitores e professores de arte já estão a postos para o reinício das atividades. A Secretaria de Desenvolvimento Social trabalhará as inúmeras atividades em parceria com a Coordenação de Educação e a Fundarte.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here