Muriaé tem melhor gestão fiscal dos últimos cinco anos

0
904

Números do Tribunal de Contas mostram que despesas da Prefeitura com pessoal no ano passado foram as mais baixas desde 2013.

Muriaé teve, em 2017, a gestão fiscal mais eficiente dos últimos cinco anos, segundo informações oficiais do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG). De acordo com os dados, o percentual de despesas da Prefeitura com pagamento de pessoal no ano passado foi de 46,5% da receita líquida – o menor índice verificado desde 2013. O resultado ficou abaixo de todos os limites propostos pela chamada Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), evidenciando que os recursos foram geridos com austeridade pela Administração.
A LRF determina que os gastos com o funcionalismo não ultrapassem a cota de 54% do orçamento do município. A lei coloca ainda os patamares de 51,3% e 48,6% como limites prudencial e de alerta, respectivamente. “O índice obtido por nós em 2017 cumpriu com sobras todos os percentuais apontados pela legislação, o que deverá acontecer também em 2018″, informa o secretário municipal de Planejamento e Gestão, Silvio Salvato. “Temos o compromisso e o dever de aplicar as verbas públicas com responsabilidade e seriedade, pois este é o primeiro passo para se construir um novo caminho para Muriaé”, destaca o prefeito Grego.

Confira os percentuais de despesas com pessoal obtidos pela Prefeitura de Muriaé desde 2013, de acordo com os dados do TCE-MG (em relação à receita líquida do orçamento de cada ano):

  • 2017: 46,50% (2,1 pontos percentuais abaixo do limite de alerta)
  • 2016: 49,14% (acima do limite de alerta)
  • 2015: 48,62% (acima do limite de alerta)
  • 2014: 48,09% (cerca de meio ponto percentual abaixo do limite de alerta)
  • 2013: 49,63% (acima do limite de alerta)
Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura de Muriaé

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here