Muriaé decreta situação de emergência após forte chuva e diversos danos

Avenida JK. Foto: TV Integração Juiz de Fora/Reprodução.

De acordo com o Executivo, medida foi tomada baseada em decorrência dos danos humanos, materiais e ambientais. Uma mulher, de 41 anos, morreu depois de ser arrastada pela água e ficado presa embaixo de um carro.

Devido ao desastre natural causado por tempestade local e chuvas intensas que atingiram todo o município na sexta-feira (6), o prefeito de Muriaé, Grego, decretou neste sábado (7) situação de emergência.
A medida foi tomada baseada em parecer da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMPDEC).
O temporal causou diversos pontos de alagamentos, inundações, quedas de árvores e de muros, entre outros sinistros, dificultando o acesso dos transportes e locomoção da população. Uma mulher de 41 anos faleceu devido às chuvas. Tentando escapar da enxurrada, a força das águas fez com que ela parasse debaixo de um carro estacionado no morro da Bocaina, na Rua Tombos, Santa Terezinha.

As equipes da Prefeitura estão mobilizadas deste ontem e continuam atuando incessantemente para sanar os problemas causados pelas chuvas e evitar novos transtornos.
Mais chuvas – De acordo com a Defesa Civil, baseada em novas atualizações do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, há previsão de mais chuvas para este sábado na cidade e região, com precipitações volumosas que podem chegar a 40mm. Antes, a previsão era de 8mm.
A Defesa Civil continua monitorando o nível dos rios Muriaé e Preto, que continuam subindo de forma lenta e gradativa. O órgão acredita que, se não houver chuva tanto no município quanto nas cabeceiras destes rios e municípios a montante, o nível de ambos tende baixar no início da noite. Não há previsão de precipitações para domingo (8).
Quaisquer dúvidas a população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelos números 199 e (32) 98826-9846.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here