James Blunt parabeniza e dança ‘Coração cachorro’, mas diz que ‘vai mandar dados bancários’

‘Same mistake’, balada de 2007, foi parar no refrão do forró ‘Coração cachorro’ em 2021. Autores admitem citação, mas negam plágio. Inglês postou vídeo e indicou que vai cobrar por autoria.

James Blunt postou nesta terça-feira (26) um vídeo dançando a música “Coração cachorro” e dando parabéns pelo número 1 nas paradas, mas escreveu no post que “vai mandar os dados bancários em breve”. O forró usa a melodia de “Same mistake”, balada do cantor inglês de 2007. Veja acima.

“Parabéns pelo número 1, caras! Vou mandar meus dados bancários em breve…”, escreveu James Blunt na legenda do vídeo.

Os autores do forró brasileiro admitem a inspiração, mas negam que haja plágio. James Blunt postou o vídeo em tom de brincadeira.

O refrão com cantores que imitam latidos foi gravado pelos forrozeiros Ávine e Matheus Fernandes e hoje é o mais tocado do Brasil. Mas a melodia canina é reciclada e tem uma linhagem antiga.

Chacota e volta por cima

Antes de abocanhar o primeiro lugar das paradas de streaming, “Coração cachorro” foi desacreditada. “Ela sofreu chacota. Falavam: ‘Você acha que o mercado vai consumir isso?'”, diz Daniel. “Achavam que era bobeira, e hoje ela acordou no número 1 do Spotify”, ele comemora.

Daniel Hortêncio Batista, 31 anos, era assistente de marketing em Fortaleza quando começou a compor em 2016 e virou o Daniel dos Versos. Ele já escreveu para Wesley Safadão (“Amanheceu”) e Nattan com Xand Avião (o hit “Arrasta pra cima”).

Em março de 2021, ele combinou um encontro para escrever com três amigos compositores da editora Jujuba, uma fábrica de hits em Fortaleza – outros dois acabaram se juntando, formando a matilha de seis. Naquela noite, eles fizeram duas músicas: “Band-Aid” (ainda não lançada) e outra que chamavam no início de “Coração acorrentado”.

“Aí eu disse: ‘Cara, é uma música de saudade, é coração cachorro. Como se o coração fosse ainda apaixonadão, um cachorrão, jogado aos seus pés, sofrido pela ex’. O pessoal achou boa ideia”, relata Daniel. Mas eles travaram no refrão e precisavam de algo diferente.

“Não pode vir com uma frasezinha comum. A gente tem que surpreender. Aí o PG do Carmo disse: ‘Pensei numa parada aqui, só que vocês não vão querer.'” Achando que ninguém ia gostar, ele soltou o latido com a melodia de “Same mistake” e “Já me acostumei” para os companheiros.

“Entrou muito bem. Porque um coração cachorro quando vê a pessoa, o que faz? Auuuu. Sofrendo. A gente se amarrou na ideia”, diz Daniel.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here