Entrevista: PM de Minas prepara ações para evitar que criminosos venham para o estado após intervenção federal no Rio

Coronel Helbert Figueiró de Lourdes e os outros comandantes da PM se reuniram em Belo Horizonte com o governador do estado, Fernando Pimentel (PT).

A Polícia Militar de Minas reforçou, desde o último sábado (17/02), o policiamento e o monitoramento na divisa com o Rio de Janeiro para impedir a migração de criminosos cariocas para o Estado, após a intervenção das Forças Armadas na capital fluminense.

A população mineira pode ficar tranquila. Nós não permitiremos a migração da criminalidade do Rio de Janeiro para o nosso estado.

Garantiu o comandante Geral da PM de Minas, coronel Helbert Figueiró. O anúncio dele foi durante reunião de rotina com os comandantes operacionais das 19 regionais da corporação no estado, com a presença do governador Fernando Pimentel (PT), que acontece nesta segunda-feira (19/02), na Cidade Administrativa.

“É importante frisar que a PM está com muita atenção, com um olhar cuidadoso, sobretudo na região da divisa com o Rio de Janeiro. Mas é importante frisar que já tivemos outras ocasiões da presença de tropas federais no Rio e que não surtiram nenhum reflexo em Minas. Já desenvolvemos estratégias de reforço e de monitoramento das divisas. Vamos agora analisar eventuais reflexos, que até agora não foram percebidos”, explicou o comandante.

O encontro começou às 8h30 e irá até às 18h. Segundo o coronel, a questão do Rio de Janeiro será discutida na parte da tarde. Na terça-feira (20/02), a intervenção das Forças Armadas volta a ser debatida pelos coronéis e todo o alto comando da PM mineira, desta vez para detalhamento de estratégias. Ouça a entrevista abaixo:

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here