Depois de algumas semanas de análise e discussões o Projeto de Lei nº 17/2017, que concede aumento de vencimento e gratificação para os cargos de médicos do município voltou como pauta no plenário da Câmara e recebeu parecer favorável da Comissão de Legislação e Justiça.

Em início de debate o presidente José Teixeira Rodrigues Júnior ressaltou que a Câmara não está se opondo ao aumento dos vencimentos, mas buscando fazer um melhoramento da matéria apresentada.

Em sua fala o vereador Célio demonstrou apoio ao projeto e destacou a importância do aumento dos vencimentos. Arilson explicou sobre os prazos solicitados, justificando que teve tempo para estudo do projeto e esta pronto para decidir da melhor forma para o povo guiricemense, independente de grupo político. O vereador Josimar parabenizou o Executivo pelo projeto e disse, também, ser favorável. Rafael Moura ressaltou que sempre foi favorável ao projeto, mas que o mesmo carecia de melhora na redação. O parlamentar Leandro salientou a necessidade de valorização e tratamento igualitário a todos os funcionários. O vereador Mauro, que demonstrou apoio à melhoria da saúde guiricemense e ao projeto, ressaltou a importância da cobrança do legislativo pela população, de modo que todos acompanhem o andamento do município. O vereador João Batista agradeceu, mas não discorreu sobre o assunto.

Por fim, o presidente Juninho Teixeira falou sobre o prejuízo decorrente da redução dos símbolos de vencimentos proposta no projeto em discussão, assim como asseverou que se está retroagindo quando da gratificação por cumprimento de horário. “Sou a favor ao projeto, mas convicto de que trata-se de uma derrota do funcionalismo público, que não está sendo valorizado como deveria. Tenho consciência de que o município, nesta oportunidade, não fez a coisa certa, pois a proposta de valorização não está sendo cumprida”, disse.

Para melhorar o projeto, pontuando benefícios e justiça aos funcionários, a Câmara faria duas emendas. “Mas que não faremos pois na justificativa do projeto, em tom ameaçador, há menção à não aceitação de emendas”, finalizou.

Contudo, passado à votação, o projeto foi aprovado por unanimidade e encaminhado para sanção pelo prefeito.

Fonte: Câmara Municipal de Guiricema

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here