Atividades culturais celebram 10 anos do Grande Hotel Muriahe nesta quarta (29/5)

Centro Cultural instalado em prédio histórico no centro da cidade completa uma década de funcionamento após inauguração; local foi totalmente recuperado após sofrer incêndio em 1998.

O Centro Cultural Grande Hotel Muriahe completa 10 anos de funcionamento nesta quarta-feira (29/5). E, para celebrar a data, a Fundarte preparou programação durante todo o dia. As atividades são gratuitas e abertas a todos interessados.
Pela manhã e à tarde, alunos das escolas da Fundarte participarão de visitas guiadas para conhecer o local, que conta com espaços como a Cinemateca Paulo Porto e o Memorial do Café, além de lanchonete, cafeteria e sorveteria no pavimento de entrada.
À noite, as festividades começam às 19h, com apresentação da banda Sociedade Musical União dos Artistas e performance das escolas municipais de Música, Dança e Teatro. Na sequência, uma nova visita guiada, porém agora aberta a todos os interessados e com direito a interações performáticas para entreter os visitantes.

Além das atividades mencionadas, durante todo o dia o local abrigará duas exposições de artes. Uma delas será “Quatro Patas”, dos artistas plásticos Miguel Contijo e Juçara Costa. Já a “Mostra Grande Hotel Muriahe” vai apresentar trabalhos e produções desenvolvidos por alunos das escolas de Artes Visuais e Audiovisual da Fundarte.

Revitalização

O Centro Cultural Grande Hotel Muriahe foi criado como marco para o trabalho de recuperação de um dos mais antigos prédios da cidade. Localizado na Praça João Pinheiro, o imponente edifício com fachada de 40m construído entre 1900 e 1904 foi destruído por incêndio ocorrido em fevereiro de 1998.
A revitalização levou mais de 10 anos para se concretizar. Nesse período, aconteceram negociações com os antigos proprietários do imóvel, além de uma série de trabalhos meticulosos para se obter detalhes da construção original. Assim, toda a fachada foi restaurada da forma como o prédio abriu suas portas há cerca de 115 anos para receber os antigos comerciantes de café: com sua riqueza de ornamentos, pedras da época na calçada frontal e toda a beleza que sempre despertou a admiração de visitantes e dos próprios muriaeenses.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here