Corpos Carbonizados em Itamuri: Polícia Civil vai a Linhares (ES) e prende último acusado de participar do duplo homicídio

0
489

Operação “Nosferatus: the endchega ao fim com 5 presos.

Na noite desta terça-feira (14/5), Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), e da Agência de Informações e Inteligência Policial (AIP) da 4ª DRPC, em parceria com policiais civis do ES, realizaram a Operação “Nosferatus: the end em Linhares-ES e prenderam Lucas Alves Almeida, de 26 anos, o último integrante acusado de participação no duplo homicídio ocorrido em uma estrada que dá acesso ao distrito de Itamuri, onde dois corpos foram encontrados carbonizados em um carro queimado, na manhã do dia 19 de abril.
De acordo com as investigações, conduzias pelo titular da DHPP, Tayrony Espíndola, o preso teria participado ativamente da execução das vitimas, inclusive, utilizando seu próprio veículo, uma caminhonete Mitsubishi, modelo L200, de cor prata. Outras quatro pessoas já haviam sido presas e segundo o delegado, Lucas era a última peça do quebra-cabeças

O Crime foi planejado e executado com requintes de extrema crueldade contra as vítimas, que foram surpreendidos numa emboscada macabra, sem qualquer chance de defesa

, afirmou Espíndola.

Na delegacia, ainda no Espírito Santo, Lucas confessou a participação na execução da trama criminosa, dando detalhes de toda a ação praticada por ele e seus comparsas.

Colaboração da Polícia Civil capixaba

Por meio de levantamentos e trabalho de Inteligência, os Agentes conseguiram chegar até o município de Linhares-ES, onde estaria um Trator roubado em Miraí e recuperado na ação, que serviu como pano de fundo para atrair e emboscar as vítimas.

Através de mais uma parceria bem sucedida com a Polícia Civil Capixaba, na pessoa dos delegados Romel Júnior e Leandro Esperandil, os Agentes de Muriaé se deslocaram para Linhares/ES, onde passaram a monitorar silenciosamente os passos do investigado, até o momento exato e preciso da abordagem, que contou com todo o apoio logístico da 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil daquela localidade.
Recambiado para Muriaé, de onde provém o Mandado de Prisão, Lucas ficará à disposição da Justiça, até as próximas deliberações, informa a Polícia Civil de Muriaé.

Primeiras prisões

Um homem, de 43 anos, a companheira dele, de 37 anos, e um outro homem, de 34 anos foram presos sexta-feira (3/5), primeira semana de maio, na primeira fase da ação. Segundo a Polícia Civil, cada um é responsável por praticar atos diferentes no contexto geral do crime.
Já na semana seguinte, na terça-feira (7/5), a Polícia Civil de Muriaé prendeu o quarto suspeito de envolvimento no duplo homicídio, um jovem de 22 anos, em São Francisco do Glória. De acordo com a assessoria do 4º Departamento, houve o cumprimento do mandado de prisão temporária dentro de um desdobramento da Operação “Nosferatus”.

Crime

Dois corpos foram encontrados dentro de um carro incendiado em Itamuri, distrito de Muriaé, no dia 19 de abril deste ano. Segundo a Polícia Militar (PM), as vítimas estavam carbonizadas.
Durante a perícia, uma arma de fogo e dois carregadores foram encontrados também carbonizados junto com os dois corpos dentro do veículo.
Ainda conforme informações da PM, no banco do motorista, foi identificada uma parte de uma pistola e, ao lado, foram encontrados dois carregadores. Já na estrada, onde o veículo foi avistado, seis cartuchos calibre 32 e dois bonés estavam caídos sob o solo.
As duas vítimas, que seriam do sexo masculino, ainda não foram identificados. Há a suspeita de que um deles teria ligação com uma organização criminosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here